PUBLICIDADE

Dieta do tipo sanguíneo: dá para confiar no método?

Responda às questões e desvende as ciladas dessa dieta da moda

É possível emagrecer com base em uma alimentação regida pelo seu tipo sanguíneo? De acordo com o naturopata Peter J. D'Adamo, autor do livro "A Dieta do Tipo Sanguíneo"(Editora Campus), é possível, sim. Para ele, o tipo sanguíneo determina a função digestiva e a estrutura imunológica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para seguir essa dieta, basta saber seu tipo sanguíneo e seguir as recomendações específicas para ele. Pessoas com sangue O, por exemplo, devem evitar comer couve-flor e priorizar o consumo de carne bovina. Já o tipo A deve evitar o consumo de carne e preferir abacaxi e verduras.

Muitas pessoas já testaram e aprovaram a dieta. Mas por que ela leva ao emagrecimento? A resposta é simples: restrição - ou seja, uma maneira nada saudável de emagrecer. "Essa dieta vai contra ter uma alimentação equilibrada e balanceada. Ao segui-la, podem faltar nutrientes, outros podem ficar em excesso, já que ela trabalha com o que você pode ou não comer", afirma Anita Sacks, nutricionista da Unifesp. Para saber os motivos que fazem da dieta do tipo sanguíneo uma furada, responda às questões.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1/7

A dieta do tipo sanguíneo tem comprovação científica?

2/7

Essa dieta considera o estado de saúde de quem a adota?

3/7

O que é levado em consideração na hora da escolha dos alimentos?

4/7

A dieta do tipo sanguíneo promove a reeducação alimentar?

5/7

É preciso acompanhamento profissional para seguir essa dieta?

6/7

Essa dieta pode levar a carências nutricionais?

7/7

Essa dieta foi feita para o cardápio brasileiro?