PUBLICIDADE

Trinta minutos de leitura diária podem fazer você viver mais

Porém, de acordo com os pesquisadores, essa possibilidade só vale para as pessoas que leem livros

Um estudo realizado na Universidade Yale, nos Estados Unidos, revelou uma ótima notícia para os amantes da leitura: o hábito de ler está ligado à qualidade e expectativa de vida maiores.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A pesquisa foi chamada de "Um capítulo por dia" e analisou por 12 anos a relação entre a longevidade e os hábitos de leitura de 3.635 pessoas com mais de 50 anos.

Ao mesmo tempo, o grupo de participantes também estava participando de outra pesquisa maior, a "Health and Retirement Study", que investiga desde 1990 a saúde da população americana que já passou dos 50 anos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Na pesquisa mais recente, os estudiosos dividiram as 3.635 pessoas em três grupos: aqueles que não tinham o hábito de ler, os leitores que liam até três horas e meia na semana e os superleitores que liam mais de três horas e meia por semana.

Após 12 anos, os cientistas compararam os dados recolhidos com os realizados pelo "Health and Retirement Study" e descobriram que os não leitores haviam morrido bem mais cedo do que os que liam mais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo o estudo, aqueles que liam até 3h30 por semana tinham 17% menos chances de morrer antes dos 62 anos do que quem não lia nada. A expectativa de vida aumentava em 23% para aqueles que liam mais de três horas e meia.

O resultado da pesquisa foi geral, excluindo gênero, classe social, problemas psicológicos e nível de educação. Ler um pouco mais de meia hora por dia já é o suficiente para melhorar a expectativa de vida, porém a pesquisa só vale para quem lê livros.

Não sabe por onde começar e qual livro escolher? Veja abaixo as indicações do canal Vá ler um livro:

3 livros para repensar sobre quem nós somos