PUBLICIDADE

Tire 22 dúvidas sobre diabetes

Conheça os sintomas, os tratamentos e efeitos colaterais dessa doença

Dia 14 de Novembro marca o Dia Mundial do Diabetes, data muito importante para a conscientização sobre a doença e hábitos que ajudam a preveni-la. Por isso, o Minha Vida convidou o endocrinologista Marcio Krakauer, da Associação de Diabetes do ABC, para tirar dúvidas sobre o assunto. As perguntas foram enviadas em nossa página do Facebook e respondidas lá mesmo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A seguir você confere um resumo do bate-papo. E, se quiser saber o tema da nossa próxima Sexta da Saúde no Facebook, além de acompanhar o melhor conteúdo e novidades de saúde e bem-estar, é só curtir a nossa página.

Tony Silva: Quem tem a taxa de glicose alta já tem diabetes?
Dr. Marcio Krakauer: Depende da taxa, acima de 200 mg/dl, sim. Se a medição for feita em jejum e acusar índices acima de 125mg/dl, duas vezes seguidas, o diagnóstico também é positivo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Luiz Claudio Pires Pires: Faço o exame destro seis vezes ao dia e, no aparelho, o índice glicêmico varia. No jejum, o resultado é 100. Antes do almoço, 150. Duas horas após, 150. De noite, 140. Aplico insulina LANTUS 74 unidades à noite e, de acordo com a alimentação, aplico a insulina HUMALOG - sempre fica entre 10, 15 e 20 unidades. Meu exame de hemoglobina glicada recente está 8,40. Será que estes tipos de insulina não são eficazes? Em tempo: não sou obeso - peso 83 kg e meço 1,72m. Adquiri diabetes na época em que trabalhava, fui bancário por 36 anos. Não sei mais o que fazer, só comer alface e beber água para regular o diabetes não dá.
Dr. Marcio Krakauer: As insulinas são eficazes. Como sugestão para saber melhor o que está ocorrendo, pode-se fazer um exame chamado holter de glicose ou cgms, que mede a glicose contínua por três dias seguidos ou mais. Ele pode ajudar a saber o motivo de a sua hb glicada estar assim, alta.

Diabetes - Getty Images
Diabetes - Getty Images

Zilda da Graça: Gostaria de saber se há uma fase pré-diabetes. Tenho 68 anos, meu marido e eu costumamos fazer exames de laboratório pelo menos duas vezes por ano, além dos exames de rotina cardiológicos. O meu exame de sangue dá sempre dentro da normalidade, exceto a glicose que oscila, às vezes menos de 90, às vezes passa um pouco de 100. Quando isso acontece, faço a glicemia - antes o exame de urina. Depois tomo aquele líquido branco e viscoso e tiro o sangue várias vezes. Sempre fica dentro da normalidade. Fico preocupada se de uma hora para a outra poderei ter a minha taxa de glicose muito elevada, ter diabetes sem ter sintoma. Qual o motivo dessa oscilação? Na família não há casos de diabetes.
Dr. Marcio Krakauer: há sim uma fase que se chama de intolerância à glicose ou pré-diabetes. Esse exame que você faz é a curva glicêmica e está muito bem indicado. Se ele está normal, não se preocupe. Não há sintomas no diabetes, e você deve realizar exames anualmente para saber melhor como anda sua saúde. A oscilação ocorre pela idade, por alguma infecção, estresse e, principalmente, genética.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)


Vera Bot: Antigamente, quem tinha diabetes não podia ver doce na frente. Hoje em dia, dizem que essas pessoas podem comer de tudo, inclusive doces, mas com moderação. É verdade?
Dr. Marcio Krakauer: Verdade. O que precisa é de um amplo conhecimento e acompanhamento da nutricionista e do médico para regular essa quantia e os horários de consumo.

Martha Osuna Vallejo: Minha glicose basal está em 105, já devo ter cuidados especiais?
Dr. Marcio Krakauer: Sim, deve realizar a curva glicêmica e acompanhar de perto. Dieta balanceada, atividade física frequente e manutenção do peso saudável são essenciais

Nathany E Willy: Meu avô tem diabetes, mas ele come de tudo, bebe cerveja preta e não acontece nada com ele. Dizem que quem abusa acaba perdendo visão e a perna. Será que ele tem mesmo diabetes? Demora para que grandes transtornos venham à tona? Ele come muito e é magro! Ficamos preocupados, pois ele não faz dieta nenhuma.
Dr. Marcio Krakauer: Ele deve ter diabetes, sim. É que as complicações de fato demoram e podem ser assintomáticas por um longo tempo, mas aparecem. Quando isso ocorrer, ele irá sofrer muito caso não se controle corretamente. É um risco que ele está correndo.

Diabetes - Getty Images
Diabetes - Getty Images

Jeyza Lima: Alguém próximo a mim desenvolveu, segundo os médicos, a Síndrome Autoimune Poliglandular. Mas até agora essa pessoa teve apenas a paratireoide afetada. Pode, com o decorrer do tempo, essa síndrome afetar o pâncreas e causar diabetes, e afetar as demais glândulas do corpo?
Dr. Marcio Krakauer: Pode sim, e é comum. Tireoide, ovários, pâncreas (diabetes), adrenais e hipófise podem ser afetados.

Auro Suzuki: ‎Qual a dieta mais recomendada para quem tem diabetes?
Dr. Marcio Krakauer: É uma dieta balanceada, semelhante à das pessoas que não tem diabetes, fracionada em seis vezes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Wanini Rodrigues: Estou tomando corticoides e a minha glicose está elevada por isso. Estou tomando metformina para controlar. Os médicos dizem que quando parar o remédio corticoide, minha glicose voltará ao normal. Isso é verdade?
Dr. Marcio Krakauer: É muito possível. Muitas vezes só metformina pode ser pouco. Usamos insulina em alguns casos. Pode sim reverter, mas não é em 100% das pessoas.

Auresina Dias de Azevedo: adoçantes em geral abaixam a taxa de glicose? Minha taxa de glicose é de 85, normal, e às vezes tomo café com adoçante fico com tontura e dor de cabeça.
Dr. Marcio Krakauer: Adoçantes não abaixam a taxa de glicemia, apenas não elevam, como acontece com o açúcar. Você pode ter alguma intolerância a um tipo de adoçante, tente outras marcas.

Fatima Aparecida da Silva: Estou sentindo muito calor, tenho calafrios e mal estar. Também estou bebendo muito líquido, mais que o normal. Esses podem ser sintomas de diabetes?
Dr. Marcio Krakauer: Não parecem sintomas de diabetes, melhor procurar um clínico geral.

Roze Farias: Quais os primeiros sintomas do diabetes?
Dr. Marcio Krakauer: urinar demais, sede excessiva, perda de peso leve, fome, visão embaçada, dores nas pernas. Porém, esses sintomas são tardios, já depois de mais de cinco anos de doença. Em geral, a doença é assintomática.

Auro Suzuki: Pessoas com diabetes passam por alterações comportamentais?
Dr. Marcio Krakauer: Sim, mas mais por causa da presença da doença em si, falta de aceitação e, claro, nas crises de hipoglicemias. É um dos principais sintomas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Auro Suzuki: Por que ocorre a neuropatia?
Dr. Marcio Krakauer: Neuropatia é uma complicação crônica do diabetes mal controlado. Acontece uma redução da sensibilidade - principalmente dos pés e pernas - e aumenta o risco de feridas e amputações. Podem ocorrer dores muitas vezes intensas, que são tratadas com medicações especificas. Ela ocorre pela glicose elevada ao longo de anos, que modifica a estrutura dos nervos, reduzindo sua capa de gordura protetora.

Diabetes - Getty Images
Diabetes - Getty Images

Auro Suzuki: essa neuropatia modifica ou lesiona o nervo? Que estrutura do nervo é modificada?
Dr. Marcio Krakauer: Sim, a neuropatia lesa principalmente a bainha de mielina do axônio, que é a célula principal do sistema nervoso.

Auro Suzuki: Especificamente, a molécula de glicose provoca essas complicações, ou são outras moléculas envolvidas no metabolismo que são prejudiciais a todo organismo?
Dr. Marcio Krakauer: Não é apenas a glicose. Há alteração no metabolismo em geral, associada à hipertensão arterial, colesterol e problemas na circulação. É extremamente complexo, aqui estamos simplificando para um bom entendimento.

Irene Takabayashi: Queria saber se tem muita diferença do diabetes tipo 1 para o 2. Eu tomo só comprimidos no momento, mas quando eu saio da dieta - quer dizer, abuso - a glicemia sobe e o médico fala que se eu abusar eu preciso tomar a insulina, então eu fico na dúvida em qual eu encaixo em qual dos tipo 1 ou 2?
Dr. Marcio Krakauer: No diabetes tipo 1, ocorre a destruição das células do pâncreas. Essas células produzem insulina por meio de anticorpos gerados pela própria pessoa. Já no diabetes tipo 2, ocorre resistência à ação da insulina. Ela é produzida, em menor quantidade, e tem dificuldade para agir. Portanto, os remédios orais são indicados por um tempo. Porém, alguns portadores do diabetes tipo 2 têm redução da produção de insulina ao longo da vida, então precisam em algum momento complemento com insulina junto aos medicamentos orais.


Irene Takabayashi: Então eu preciso estar atenta e vigiar meus hábitos alimentares, senão a minha diabetes pode a vir a ser do tipo 1?
Dr. Marcio Krakauer: Não, Irene, diabetes não muda. Será sempre tipo 2. Porém, pode ser que haja uma fase de pouca produção de insulina, tendo que ser feita a sua reposição.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)


Roberta Lemgruber Vilela: Em uma pessoa que já está acima do peso, se ela comer muito doce e já tiver casos na família, é certo que a pessoa terá grandes chances de desenvolver diabetes?
Dr. Marcio Krakauer: O que predispões ao diabetes é a genética familiar e a obesidade, e não ingerir doces ou não. Porém, ingerir doces demais aumenta o risco de obesidade, e assim do diabetes também.

Artur Junior: A gente sempre escuta as pessoas falarem umas para as outras ou para as crianças: "não coloque muito açúcar em seu suco porque lhe causará diabetes". Isso na verdade é uma desinformação, porque o açúcar em excesso causa muitos males à saúde, mas o causador da diabetes é a deficiência do pâncreas em produzir insulina, ou eu estou errado?
Dr. Marcio Krakauer: Artur, como disse para Roberta, o que predispõe ao diabetes é a obesidade. No caso das crianças, comer açúcar não tem a ver com desenvolvimento do Diabetes tipo 1.

Bila Smania: Estou usando metformina para intolerância à glicose e estou emagrecendo. Será da medicação? Será que preciso mesmo dela? Tomo 1000mg por dia.
Dr. Marcio Krakauer: A perda de peso é um dos efeitos da Metformina, mas que normalmente se resolve com o tempo. Para saber a indicação, somente em consulta médica. Se ele foi prescrito, acredito que de fato você precise.

Helma Alencar: Minha glicemia deu 80 em jejum e 190 pós-prandial (após determinada refeição). Não fui mais o médico e não faço regimes de doces, mas ando me sentindo muito mal. Será que já tenho diabetes?
Dr. Marcio Krakauer: Certamente, a sua glicemia não está normal. É preciso sim ir ao médico e realizar exames mais aprofundados, para lhe dar um bom diagnóstico e indicar o melhor tratamento para o seu caso.