PUBLICIDADE

Fazer exercícios (sem dieta) emagrece? E o contrário? Descubra

Especialista explica a importância da união de uma boa alimentação com a prática de atividades físicas

Ano novo, vida nova, não é mesmo? A cada ano, muitas e muitas pessoas renovam suas promessas de uma vida saudável. "Para este ano, minha meta é voltar a fazer exercícios e iniciar uma nova dieta". Quem nunca ouviu isso? Ou mesmo nunca disse isso? Sabemos que o ideal é a combinação de um programa alimentar com uma rotina de atividade física, mas nem sempre isso é de fato implementado. Quais são os malefícios de se fazer apenas um dos lados dessa moeda?

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dieta tem peso maior nessa balança, mas não é a solução

A dieta deve ser vista como a ferramenta mais importante de perda de peso no curto prazo. Isso porque nossa capacidade de ingerir calorias é infinitamente maior do que a nossa capacidade de consumir calorias através dos exercícios. Um exemplo prático para facilitar a compreensão: uma sessão de spinning de cerca de 45 minutos queima em torno de 500 calorias. Por outro lado, comendo apenas um Big Mac já se ingere mais ou menos a mesma quantidade calórica. Imaginem então se adicionarmos aí uma batata frita, um refrigerante médio e uma tortinha de maçã de sobremesa.

Em outras palavras, se você tiver que escolher uma única arma para emagrecer em pouco tempo, seria a dieta a opção. É muito mais fácil perder peso "fechando a boca" do que "se matando na academia". O problema é que, ao optar por fazer dieta sem realizar exercício em paralelo, corremos o risco de perder massa muscular (massa magra). O que é muito maléfico ao longo prazo, uma vez que o tecido muscular ajuda a manter a nossa Taxa Metabólica Basal - TMB mais elevada. O famoso ?metabolismo basal?, que controla as calorias gastas quando estamos em repouso, apenas nos processos básicos de manutenção da vida, fica cada vez mais alto conforme maior é a nossa quantidade de massa muscular.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quando perdemos peso, perdemos cerca de 70% do peso em massa gorda, porém perdemos também aproximadamente 30% de massa magra. Tal perda de massa muscular pode ser minimizada quando praticamos exercício ao mesmo tempo que fazemos uma dieta restritiva. Para muitos talvez isso não seja uma novidade, porém, meu objetivo aqui não é "chover no molhado", mas sim, sinalizar a importância da manutenção da massa magra ao longo do processo de emagrecimento. Manter a nossa TMB alta (ou ao menos minimizar sua redução) enquanto emagrecemos é fundamental para a manutenção da perda de peso.

E a saúde nisso tudo?

Esse é também um ponto fundamental, mas que com frequência é esquecido pelos pacientes. Ao se fazer dieta + exercício, os benefícios para a nossa saúde como um todo são ampliados. Ou seja, ao se combinar as duas estratégias, uma série de benefícios se adicionam, como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Uma série de vantagens que são ?invisíveis?, mas que são colhidas pelo praticante. Sem contar, claro, os benefícios mais conhecidos do exercício, tais como: menor risco de pressão alta, diabetes, infarto agudo do miocárdio e derrame.

Receita de sucesso

Vale lembrar do que foi dito no início: perder peso apenas fazendo exercício e comendo mal é muito difícil. Além disso, pode produzir um desencontro entre a aparência física e o real estado de saúde. Pode dar a falsa sensação de que a pessoa está bem de saúde, quando na verdade ela pode apresentar alterações de glicose, pressão arterial, colesterol e até mesmo já ter acúmulo de gordura nas artérias que levam sangue para o cérebro (as carótidas), aumentando o risco de derrame, e nas artérias que levam sangue para o coração (as coronárias), que trazem maior risco de infarto.

Portanto, dieta e exercício são indissociáveis. São faces de uma mesma moeda. A moeda do estilo de vida saudável. Na prática, há que se combinar os dois itens (dieta e exercício) em doses adequadas e de forma constante. Está aí a receita de sucesso para a perda de peso saudável.