PUBLICIDADE

Câncer pode matar 5,5 milhões de mulheres por ano até 2030

Relatório mostra que envelhecimento da população, alimentação e sedentarismo estão entre as possíveis causas

Foi divulgado nesta terça-feira (1), durante o Congresso Mundial do Câncer, em Paris, um relatório da Sociedade Americana do Câncer (ACS) com dados alarmantes sobre a doença. O trabalho afirma que 5,5 milhões de mulheres podem morrer anualmente de câncer até 2030, em todo o mundo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O aumento de quase 60% em relação às mortes em 2012 (período que acarretou na morte de 3,5 milhões de mulheres), deve-se ao aumento de envelhecimento da população, falta de atividade física, má alimentação, obesidade e fatores reprodutivos (que ligaria, inclusive, a gestação tardia ao surgimento do câncer de mama).

Segundo o relatório, o câncer foi o vice-líder de mortes de mulheres em 2012, representando 14% das causas, ficando atrás apenas das doenças cardiovasculares. De acordo com os autores, grande parte das 700 mil mortes por câncer de pulmão e de colo de útero poderiam ser prevenidas através de combate ao tabagismo, diagnóstico precoce e vacinação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No ranking de óbitos femininos, o câncer de mama foi responsável por 521.900 mortes em 2012, seguido do câncer de pulmão, com 491.200 mortes anuais. O câncer de colo de útero resultou em 266.000 mortes anuais.

Conforme afirmação dos autores, o diagnóstico precoce e a vacinação, assim como o acesso aos tratamentos encontram-se em estado precário, principalmente em países em desenvolvimento. Países de baixa renda possuem pouquíssimos equipamentos de radioterapia disponíveis, assim como analgésicos opioides, como a morfina, o que torna o enfrentamento da doença ainda mais dolorido e traumático.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)